NOTÍCIAS - HLERA
Orkut

SOCIAL
 

ECONOMIA - Puxada por Vale e siderúrgicas, Bovespa fecha em alta de mais de 2%

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) voltou a apresentar valorização nesta quinta-feira (5), seguindo as bolsas internacionais e a valorização de empresas do ramo de siderurgia e mineração, como Vale e Usinminas. O índice Ibovespa, referência para o mercado brasileiro, teve alta de 2,44%, encerrando aos 41.108 pontos.


A Bovespa atingiu, com o resultado do dia, seu maior patamar desde 9 de janeiro. Repetindo a tendência recente, em que o giro financeiro tem crescido mais nos dias em que as ações se valorizam, o volume desta quarta-feira somou R$ 4,35 bilhões, acima da média diária das últimas semanas.



Confirmando a tendência de reanimação de seus papéis nos últimos dias com notícias animadoras sobre o mercado de commodities, a Vale do Rio Doce esteve entre as líderes de valorização no índice Ibovespa, com as ações ON e PN registrando ganhos de mais de 4,5%. Outras empresas de setores relacionados, como a Usiminas, também registraram fortes valorizações.



No campo político, o plano de estímulo proposto pelo presidente Barack Obama fica cada vez maior. Os senadores adicionaram corte de impostos para aqueles que estão comprando imóveis. Com isso, plano já passa de US$ 900 bilhões. A aproximação da votação também influenciou os negócios.

Outros mercados

As bolsas dos Estados Unidos colaboravam para o resultado positivo da Bovespa. Depois de um abertura com oscilação, os investidores digeriram a grande quantidade de indicadores no dia - que incluiu um recorde de solicitações de seguro-desemprego -, e os indicadores mostravam alta. No fim do pregão, o Dow Jones subia mais de 2%.



As ações europeias encerraram o pregão em baixa, puxadas pelas financeiras, notavelmente a resseguradora Swiss Re. Assim, o índice FTSEurofirst 300, que reúne as ações do continente, caiu 0,11%.



A agenda do dia, na parte da manhã, foi dominada por notícias sobre juros. Na Europa, o Banco da Inglaterra (BoE) cortou o custo do dinheiro em 0,5 ponto, para 1% ao ano, conforme o esperado.



O Banco Central Europeu (BCE) manteve inalteradas as três taxas de juro da região do euro ao fim de encontro realizado nesta quinta-feira, com a principal delas conservada em 2% ao ano.



Fonte: Globo
Data: 05/02/2009
Visitas: 3509
Permalink: Puxada por Vale e siderúrgicas, Bovespa fecha em alta de mais de 2%


ECONOMIA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

 
BUSCA GOOGLE
Google


LOGIN




 
HLERA | Gaspar | Flog | Baladas | Agenda | Mensagens | Recados para Orkut | Web Developer | Orkut

Notícias de Economia: Puxada por Vale e siderúrgicas, Bovespa fecha em alta de mais de 2%.
HLERA.COM.BR ® 2002-2018 - Política de Privacidade
 
Web Designer